ALGUMAS PALAVRAS SOBRE NÓS

O Kinship Adventista do Sétimo Dia Internacional ("Kinship") é uma comunidade diversificada e mundial de indivíduos que estão conectados à comunidade adventista.

Por quase 40 anos, a Kinship trabalhou em todo o mundo com  pessoas lesbiacas, gays, bissexuais, transsexuais e intersexuais Adventistas do sétimo dia e suas famílias, amigos e simpatizantes.

Atualmente, os membros do Kinship são tão diversos quanto o resto da comunidade adventista. O que compartilhamos é a convicção de que Deus ama todos os Seus filhos de forma igual e incondicional, independentemente da nossa identidade de gênero ou orientação sexual. * Deus criou cada um de nós com o desejo saudável de companheirismo (Gen. 2:18), e ele usa nossos relacionamentos íntimos e sociais para nos ensinar como é uma vida de amor e do auto-sacrifício. (Efésios 5: 1-2, 1 Jn. 4: 11-12, Col. 3: 12-14, 1 Cor. 13)

Do Centro de Aprendizagem e Busca de Homossexuais Anônimos Colin Cook's, (estabelecido em 1980) até o Ministério “Coming Out” de hoje, a Igreja Adventista do Sétimo Dia subsidiaram ou promoveram a "terapia"  dos chamados "ministérios ex-gay" reparadores que se voltaram  para os vulneráveis, que são as pessoas LGBTIQ, casais de mesmo gênero e as congregações de que fazem parte.

Os membros do Kinship que se formaram nesses ministérios conhecem seus ensinamentos e relatos de abuso, dependência e "mudança" através da espiritualidade ou intervenção divina. Também conhecemos muito bem os resultados desses ministérios. Nunca confundiremos padrões destrutivos de abuso de substâncias, violência doméstica ou dependência sexual com o gênero subjacente ou a orientação sexual de uma pessoa, e estamos felizes com aqueles que, com a terapia, diminuíram sua angústia sobre quem eles são. Temos apanhado as partes que esses ministérios deixaram para trás, no entanto, também sabemos que as "intervenções" baseadas no tratamento de orientações não heterossexuais como essencialmente pecaminosas, desviantes ou inferiores têm impactos psicológicos, relacionais e espirituais devastadores tanto para jovens quanto para adultos.

Agradecemos o consenso da Associação Medica Americana (2003), da Associação Nacional dos Trabalhadores Sociais (2000), da Associação Psiquiátrica Americana (1998), da Associação Americana de Psicologia (1997) e da Academia Americana Pediátrica (1993): orientações não heterossexuais não são em si problemáticos e, portanto, não merecem terapia, supressão ou mudança. Esses profissionais clínicos, médicos e cientistas aprenderam estudando o que os membros do Kinship aprenderam com a experiência.

Por causa do trabalho de Deus em nossas vidas e famílias, nosso conhecimento de mudança de organizções, nossas experiências com milhares de LGBTIQ e pessoas heterossexuais desde 1976, nós encorajamos nossos membros a aceitarem sua orientação de referência e afirmamos relacionamentos amorosos e comprometidos do mesmo gênero ou gênero misto para os membros que os escolhem. Em uma reunião recente de Kampmeeting, celebramos o 50º aniversário de um casal do mesmo sexo, não por causa de seu gênero ou orientação, mas porque mantêm um relacionamento de lealdade, cuidado mútuo e carinho saudável e persistiram com o  tempo e o fizeram apesar da demonização persistente de sua comunidade religiosa.

Nós respeitamos nossos membros o suficiente para honrar suas consciências sobre fé e o que eles acreditam que Deus exige deles. Alguns escolheram relacionamentos comprometidos, alguns construíram famílias com filhos e outros são celibatários; todos devem estar convencidos em suas mentes que o Senhor os conduz. Seja qual for a escolha de nossos membros e amigos, acreditamos que vale a pena celebrar o amor, e nós apoiamos todos eles à medida que crescem na graça.

Programas em destaque

Kinship Seniors aims to provide mutual support by providing information and lively discussions.

MAIS INFORMAÇÃO

KinWomen fornece um lugar seguro para que as mulheres se apoiem e compartilhem experiências de vida.

MAIS INFORMAÇÃO

KinYouth oferece uma comunidade segura para membros do Kinship menores de 30 anos de idade.

MAIS INFORMAÇÃO

Kinship's trans community includes members who identify as transgender, gender non-conforming,  or intersex.

MAIS INFORMAÇÃO

Descobrir que um parente é LGBTIQ pode ser difícil para as famílias, que muitas vezes se sentem sozinhas. 

MAIS INFORMAÇÃO

Seeking to improve the relationship between the LGBTIQ community and the Adventist church.

MAIS INFORMAÇÃO